Atribuímos o selo “Slowwine” para os produtores de vinhos ecológicos de terroir. “Slow Wine” é paralela ao conceito de “Slow Food” (o oposto à cultura do Fast Food), que, no mundo do vinho representa a grande produção industrializada de “vinhos de massa”. Aplica-se aos excelentes produtores, com pequena produção de vinhos de altíssima qualidade, que a VIND’AME importa por ora da Alemanha, França, Itália, Espanha e também trará em breve de Portugal e países do Novo Mundo.

Slowwine” indica que todo o processo de vinificação – do cultivo da uva nos vinhedos até o trabalho na vinícola – é feito com a devida supervisão do viticultor mesmo e/ou do enólogo responsável, usando métodos naturais e sustentáveis.

1) Nos vinhedos, aplicam-se basicamente adubos orgânicos. Uma produção de qualidade só é possível com a movimentação do solo entre as vinhas e extração manual de matos e folhas afetadas por pragas, evitando-se o uso intenso de fungicidas, pesticidas e herbicidas, comuns na grande produção.

2) As videiras são podadas nos momentos adequados.
O que acarreta diminuição drástica da produção, favorecendo a concentração dos aromas e sabores nas uvas, resultando em vinhos de excelente qualidade.

3) A colheita das uvas é manual.
O que permite a seleção das uvas melhores e mais sadias, com o descarte das imperfeitas, além de preservar os bagos, evitando-se oxidação durante a colheita.

4) O processo de vinificação é lento e natural, sem acréscimo de aditivos.
O longo amadurecimento e a passagem em madeira, quando o caso, permitem a suavização dos taninos naturais, nas castas onde tais medidas são importantes. Leveduras indígenas (naturais) são priorizadas, e o engarrafamento é muitas vezes feito sem filtração, deixando o vinho o mais natural possível.

Assim nasce um vinho d’alma: a partir das melhores frutas cultivadas com muita cura, em determinadas parcelas de território com características ideais de microclima, combinados com vinificação cuidadosa, com o mínimo de intervenção: um processo ecológico e sustentável. Com isso se consegue uma enorme diversidade de vinhos, que trazem em si notas de seu terroir e safra, proporcionando um intenso prazer em descobrir toda esta diversidade e riqueza. Cada vinho se torna uma experiência única e nos remete a seu território, sua origem, sua história.